Tragédia na A23 - update

Ir em baixo

eye Tragédia na A23 - update

Mensagem por Admin em Qui Nov 08, 2007 5:25 pm

Oito dos 18 feridos internados no Hospital Amato Lusitano, em Castelo Branco, na sequência do acidente ocorrido segunda-feira na auto-estrada A23, mantinham-se terça à noite em estado grave, um com prognóstico muito reservado. «Há um doente que está na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI) que apresenta, neste momento, um prognóstico muito reservado. Nos outros [quatro, internados na UCI] temos uma situação crítica, o prognóstico é menos bom do que aqueles que estão nas enfermarias» disse aos jornalistas João Frederico, director clínico. Segundo o médico, o doente mais grave tem um problema neurológico central, com traumatismo crâneo-encefálico, mas não vai ser transferido para outra unidade hospitalar. «Não tem indicação para ser transferido, foi já avaliado pelos colegas de Neurologia, não vamos pôr em risco ainda mais a vida do doente», sublinhou. Para além dos cinco feridos internados nos
Cuidados Intensivos, três outros internados no serviço de Cirurgia apresentam, igualmente, um quadro clínico grave. Acrescentou que os restantes dez feridos internados no Amato Lusitano apresentam
traumatismos ósseos e não têm, actualmente, qualquer indicação de alta
hospitalar.
Quatro deles foram transferidos durante a tarde de hoje do Hospital de Abrantes para o de Castelo Branco. Um quinto ferido que se encontrava em Abrantes foi, entretanto, transferido para Santarém. O acidente, ocorrido no nó de Fratel da A23, provocou 15 mortos e 19 feridos
hospitalizados, cinco deles em estado grave, distribuídos pelos hospitais de Abrantes, Castelo Branco e Covilhã. O balanço ao fim da noite da passada segunda-feira apontava para 13 mortos, mas durante a madrugada de terça-feira morreram os dois feridos graves, um homem e uma mulher, que tinham sido transferidos para o hospital de S. Francisco Xavier, em Lisboa. Na terça-feira foram já a enterrar algumas das vítimas. No mesmo dia o ministro da Administração Interna, Rui Pereira, revelou ter já pedido à GNR que investigue as causas do acidente.
«A GNR vai realizar um relatório preliminar, que ficará concluído em poucos dias, não para apurar responsabilidades, mas para descrever o que se passou e relatar as causas», afirmou, à margem do primeiro exercício de equipas de intervenção rápida nas fronteiras, realizado no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto. O ministro prometeu ainda que o relatório será do «conhecimento público» logo que esteja pronto.
Entretanto, o Governo anunciou uma campanha para diminuir os acidentes
nas estradas, após uma reunião entre vários departamentos oficiais na
sequência deste acidente. "Morte nas Estradas - Vamos Travar esse
Drama" é o lema da campanha anunciada na terça-feira pelo secretário de
Estado da Protecção Civil.
Ascenso Simões disse tratar-se de uma iniciativa que envolverá «todo o Governo» e que pretende mobilizar também a sociedade civil. Como consequência desta campanha, as forças de segurança vão aumentar o acompanhamento e a repressão nas estradas, controlando principalmente os limites de velocidade e os índices de alcoolemia. Nesta reunião ficou acordado que haverá uma verba extraordinária de dois milhões de euros para investir em alcolímetros, radares de controlo de velocidade e sistemas informáticos a utilizar pelas forças de segurança.

Processo remetido para o Ministério Público
O processo sobre o acidente que envolveu um autocarro da Câmara Municipal de Castelo Branco na A23 foi «remetido para o Ministério Público», revelou fonte da Brigada de Trânsito (BT) à agência Lusa.
As medidas de polícia que agrupam a «recolha de objectos, fotografias do local, a recolha de provas, a audição das primeiras testemunhas e a preservação de provas, para o processo foram concluídas pelo Núcleo de Investigação Criminal de Acidentes de Viação do destacamento de trânsito de Castelo Branco», explicou a BT. A brigada «já enviou oprocesso [auto de notícia] para o Ministério Público» de Castelo
Branco, «continuando, no entanto, com as diligências necessárias numa
situação desta natureza», acrescentou a mesma fonte. A BT informou ainda que «as viaturas já foram removidas, desconhecendo, no entanto, o local que foram transportadas», com o objectivo de preservar as provas. As duas mulheres do automóvel ligeiro, que alegadamente terá embatido na traseira do autocarro, de acordo com o testemunho dos feridos assistidos no hospital de Castelo Branco, sofreram apenas ferimentos ligeiros na colisão.

Fonte: www.ointerior.pt


E eu que sou tão crítico relativamente às nossas estradas, sou a primeiro a afirmar que temos aqui uma condutora que ficará marcada para o resto da vida; é que neste caso a A23 é um estrada com um traçado muito bom e seguro.


Última edição por em Ter Dez 11, 2007 1:24 pm, editado 1 vez(es)

_________________
www.sergioviana.com
avatar
Admin
Admin

Número de Mensagens : 945
Idade : 39
Localização : Seia - Serra da Estrela
Data de inscrição : 09/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

eye Re: Tragédia na A23 - update

Mensagem por C|@ud!@ em Qui Dez 06, 2007 8:02 pm

Tanto alarido e no entanto não se chegou a saber de quem foi concretamente a culpa.
Achei correcta a forma como a seguradora actuou, pelo menos, segundo os meios de comunicação social.
No entanto, eu conheço bem o traçado em questão e posso dizer que pelo menos o trajecto de Torres Novas à Covilhã é bastante bom e com um piso em boas condições.

Um pouco off-topic, na minha opinião, continuam a acontecer acidentes com maior ou menor gravidade, muito em parte devido à falta de civismo e consciência dos automobilistas.
Falo por experiência própria, em que me vive envolvida num acidente que só não se revelou pior devido à frieza do condutor e a toda a segurança passiva que o carro continha.
Como condutora e peão que sou, tenho plena consciência que existe muito boa gente que não tem capacidades psíquicas para conduzir. A culpa dos acidentes não foi nem nunca será só, devido ao excesso de velocidade e de álcool no sangue. passa muitas vezes por momentos egocêntricos e egoístas onde o condutor pensa que a estrada é toda dele e que os outros automobilistas tem de se desviar à sua passagem.
Pode-se dizer que existem troços de estradas, cujo seu trajecto tem desde a sua projecção erros graves, que leva a que se criem pontos "chave" de acidentes, no entanto, o Governo nunca foi responsabilizado por tal situação, a culpa é sempre do álcool e do excesso de velocidade.
Algo que nunca se devia esquecer, é que muito antes de sermos automobilistas , somos primeiro peões, como tal devemos respeitarmo-nos mutuamente.
avatar
C|@ud!@
Amante das Beiras

Número de Mensagens : 139
Localização : Belas || Gouveia || Covilhã (tempo de aulas)
Data de inscrição : 06/12/2007

Ver perfil do usuário http://claudiasantos.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

eye Re: Tragédia na A23 - update

Mensagem por Admin em Ter Dez 11, 2007 1:25 pm

Castelo Branco: faleceu 17ª vítima do acidente na A-23

Realizou-se hoje no Freixial do Campo (Castelo
Branco) o funeral da 17ª vítima mortal do acidente na A23, falecida no
último domingo no Hospital de Castelo Branco, disse à Agência Lusa
fonte da Universidade Sénior albicastrense.
No dia 5 de
Novembro, pouco antes das 20:00, um autocarro e um ligeiro colidiram,
na A-23, no sentido Sul/Norte, no Nó de Fratel, próximo de Vila Velha
do Ródão, caindo ambos por uma ravina com 50 metros de altura.
O autocarro, com 38 ocupantes, pertencia à Câmara Municipal de
Castelo Branco e transportava elementos da universidade sénior daquela
cidade, que regressavam de uma visita a Fátima e Nazaré.
A vítima cujo funeral hoje se realizou tinha 80 anos e estava
desde o dia do acidente nos cuidados intensivos do Hospital de Castelo
Branco sob prognóstico reservado, disse à Agência Lusa, Arnaldo Brás,
director da Universidade Sénior.
«Acabou por falecer no domingo», referiu. «Apresentava graves
lesões torácicas, sendo entretanto sujeito a autópsia», acrescentou
aquele responsável. De acordo com o director da universidade, no Hospital de Castelo Branco
permanece internada sob observação uma ocupante do autocarro.
O aluno octogenário era casado. «A esposa também ficou ferida
no acidente e está numa unidade de convalescença em Idanha-a-Nova.
Esperamos que brevemente tenha alta», concluiu Arnaldo Brás.
Diário Digital / Lusa




11-12-2007 18:31:38

_________________
www.sergioviana.com
avatar
Admin
Admin

Número de Mensagens : 945
Idade : 39
Localização : Seia - Serra da Estrela
Data de inscrição : 09/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

eye Re: Tragédia na A23 - update

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum