Trancoso recebe o primeiro aerogerador

Ir em baixo

eye Trancoso recebe o primeiro aerogerador

Mensagem por Admin em Seg Dez 10, 2007 7:08 am

O primeiro aerogerador do parque eólico de Lagar-Pingulinha, promovido pela Generg no concelho de Trancoso, foi instalado na passada terça-feira, dia em que foram entregues as contrapartidas, no valor de 834 mil euros, à autarquia, e cerca de 400 mil às Juntas de Freguesia abrangidas pelo projecto.
Este empreendimento surge após a celebração de um protocolo entre a Generg, a Câmara de Trancoso e as juntas de freguesia de Castanheira, Sebadelhe da Serra e Terrenho. Nesse sentido, o município recebeu 834 mil euros, fruto da transmissão do direito de opção de compra de parte do capital social da Generg – Ventos de Trancoso, S.A., bem como dois e meio por cento, a título de renda anual, da facturação emitida à EDP, a quem será vendida a energia produzida. Por sua vez, as Juntas receberam um montante global de cerca de 300 mil euros, em função da localização dos aerogeradores, sendo que a freguesia de Castanheira teve direito a 25 mil euros, a do Terrenho 100 mil e a de Sebadelhe da Serra 225 mil euros, dinheiro que será utilizado para investir nas respectivas localidades, conforme o protocolado. Mas há mais. Assim que o projecto entrar em funcionamento – a promotora estima que a primeira ligação à rede eléctrica ocorra no início de 2008 –, a autarquia terá direito a uma renda anual de 190 mil euros, correspondentes a 2,5 por cento da facturação emitida à EDP, à qual será vendida a energia produzida. Já as Juntas e os baldios terão que dividir anualmente 91 mil euros.
O aproveitamento de Lagar-Pingulinha, que deverá estar concluído em Março do próximo ano, será constituído por 14 aerogeradores com capacidade para abastecer cerca de 40 mil habitantes. A Generg adianta que a energia produzida será «suficiente para suprir largamente as necessidades do concelho», comprometendo-se ainda a beneficiar a Escola Profissional de Trancoso através da criação de uma empresa específica para este projecto, que dará prioridade aos alunos formados na instituição. Para Júlio Sarmento o parque eólico é «um dos grandes e importantes investimentos que, a par do IP2, se fará em Trancoso». O edil acredita que o projecto terá, no futuro, capacidade para aumentar a potência agora instalada, de 28 MegaWatts (MW). O parque está em construção desde o passado mês de Agosto e representa um investimento de 41 milhões de euros. Segundo a Generg, a sua produção (76 Gwh) evitará a emissão de cerca de 44 mil toneladas/ano de CO2 e o consumo, aproximadamente, de 29 mil toneladas/ano de carvão. Entretanto, entre o parque eólico e o posto de corte foi construída uma linha, a 60kV, com comprimento significativamente inferior à da solução inicial.

Tânia Santos

fonte: www.ointerior.pt

_________________
www.sergioviana.com
avatar
Admin
Admin

Número de Mensagens : 945
Idade : 39
Localização : Seia - Serra da Estrela
Data de inscrição : 09/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum