Folgosinho

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

eye Folgosinho

Mensagem por Maggie em Sex Jan 25, 2008 4:12 am

História
Folgosinho, actualmente freguesia do concelho de Gouveia, distrito da Guarda, província da Beira Alta, vila antiquíssima e sede de concelho até 1836, fica situada na encosta norte da serra da estrela, a 933 metros de altitude, a 11 quilómetros de Gouveia, a 45 da Guarda e a 60 de Viseu, com varias quintas moinhos e casais dispersos pela vasta serra.

Esta povoação de difícil acesso e fácil defesa, nos primórdios da sua existência, quase inacessível, antes da abertura da estrada nacional, em 1914, que a liga a Nabais e segue para o Freixo, nasceu e cresceu entre dois pólos opostos, o castelo e o Outeiro, dois possíveis castros pré-históricos, com a igreja Matriz, a Praça e as Casas da Câmara, ao centro, para onde convergem todas as ruas, atalaia vigilante das invasões inimigas, sobretudo dos Sarracenos e Leoneses, formando com Linhares e Celorico da Beira um triângulo defensivo contra as arremetidas do inimigo, pelo vale do Mondego.



O Rei D. Sancho I deu-lhe foral em 1187, tendo em vista, sobretudo, a sua posição chave, na estratégia defensiva da Beira .

Por força deste foral e dos que se seguiram, a vila de Folgosinho e seu termo eram "Terra de El - Rei", tendo mais tarde, como donatários, os marqueses de Arronches, depois os duques de Lafões.

Após a reformulação de 1836, Gouveia tornou-se a sede de concelho de 21 Freguesias, entre as quais Folgosinho.

Esteve sempre na comarca da Guarda, mas em 1852 estava na de Gouveia, em 1862, na de Celorico da Beira e a partir de 1878 ficou na de Gouveia.


Tradições
Festas e Romarias: Realizam-se Festas em honra de Nossa Senhora do Socorro, em Folgosinho, no primeiro Domingo de Setembro; e Nossa Senhora de Assedace, em Rio Mondego, no dia 8 de Setembro. Estas festas têm a duração de três e dois dias, respectivamente. Feiras: Mensalmente, no segundo Domingo do mês, tem lugar uma feira, onde são comercializados diversos tipos de produtos. Trajes Característicos: São diversos os trajes típicos, reportando a grande maioria a inicio do século XX. Alguns trajes eram típicos do dia a dia como os de pastores, ceifeiros e outros eram típicos das festas e Domingos como os trajes de festa, de domingueiro e de noivos. Actualmente estes trajes fazem apenas parte da memória e podem ser recordados durante a actuação dos ranchos. Jogos Tradicionais: Eram muitos os jogos e actividades que entretiam adultos e crianças principalmente no Verão e ao fim de semana. No entanto a grande maioria destes jogos foram ficando esquecidos no tempo, como é o caso da soca, da bilharda, do fito e do pião. Apenas a malha e as cartas resistiram ao tempo e continuam a ser o passatempo de muitos adultos, principalmente ao fim de semana.


Fonte: http://www.folgosinho.com/freguesia.html

_________________
www.flickr.com/photos/margaridaleandro/

Fotografar, é colocar na mesma linha de mira, a cabeça, o olho e o coração (Henri Cartier-Bresson)
avatar
Maggie
Moderadora

Número de Mensagens : 442
Idade : 37
Localização : Viseu
Data de inscrição : 16/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum